As cascatas do Tahiti no Gerês podem e devem ser usadas com muito cuidado.

1
80

Duas pessoas ficaram feridas este domingo depois de sofreram uma queda nas Cascatas do Tahiti, no Gerês.

Já houve alguns mortos no parque nacional da Peneda Gerês, porque as pessoas aventuram-se sem conhecerem os perigos e geralmente sem calçado adequado, nomeadamente no acesso ás cascatas do rio Lovereiro em plena serra, ja no concelho de Montalegre, Freguesia de Cabril. Os avisos são muitos mas os visitantes pensam que os  acidentes só acontecem aos outros e arriscam demasiado.

Hoje 19-07-2020) nas cascatas do Taihiti, no Geres e da parte da manhã, a vítima foi uma mulher de 25 anos que teve ferimentos principalmente na zona craniana. A jovem escorregou na rampa, acima da chamada “piscina” daquelas que são as mais procuradas cascatas do Parque Nacional Peneda-Gerês, na localidade de Ermida, da freguesia de Vilar da Veiga, no concelho de Terras de Bouro, distrito de Braga. Foi encaminhada para o Hospital de Braga.

Já na parte da tarde, um homem de 55 anos caiu quando e sofreu um traumatismo crânio-encefálico. A vítima foi transportada para o Serviço de Urgência do Hospital Central de Braga. Em ambos os incidentes, esteve no local uma equipa de resgate e montanha da Companhia 11 da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS) da GNR e socorristas da Cruz Vermelha Portuguesa de Rio Caldo.

O elevado número de acidentes nas cacatas do único parque nacional português levaram há uma semana, o presidente da Câmara Municipal de Terras de Bouro, Manuel Tibo, a pedir auxílio do ministro do Ambiente e da Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, durante a visita que o membro do Governo fez ao Centro de Educação Ambiental do Vidoeiro, do Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Fonte: JN on line 19/07/20

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here